Poema: Sou uma criança de tristes sonhos

 

Sou uma criança que nunca sonhou,

Não sabe o significado de um sonho.

Durante a vida só soube,

O significado da solidão.

 

Os tristes pedaços de um sonho

Despedaçado pelo ódio e ganância.

Um sonho que acabou durante uma guerra,

Onde derramaram sangue de pessoas inocentes,

Não vejo luz em lugar nenhum,

Em seu lugar vejo uma mancha de sangue.

Esse sangue,

O meu sangue,

Minha dor,

Minha solidão,

 

Meu sonho já não é o mesmo,

Durante anos de guerras,

De uma luta em vão,

De sonhos perdidos,

Esperança jogada fora,

Por causa da guerra.

 

Mas ainda sou uma criança,

Cheia de esperança que

O mundo irá mudar.

Ainda sonho com o mundo

Sem guerra,

Sem dor,

Sem fome…

 

O mundo onde eu poderei viver em paz.

A paz que sempre sonhei,

Mesmo vivendo em uma guerra sem fim.

Sempre sonhei com a paz,

 

Onde todos seriam passivos e calmos com os outros.

Onde resolveriam a diferenças na conversas.

A maneira mais civilizada de acabar com as diferenças.

E vivendo e aprendo com as DIFERENÇAS de raça, cultura e religião.

 

Autora Fernanda Harumi Hatae

Anúncios

4 comentários sobre “Poema: Sou uma criança de tristes sonhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s